Top Gear no Brasil? Não, por favor.


O formato do programa britânico Top Gear, da BBC, tem se espalhado pelo mundo. Já há versões na Austrália, EUA (não sei se já começou) e até Rússia. Será que este formato daria certo aqui no Brasil? Bom, já estamos entre os maiores mercados e os maiores exportadores de carros do mundo. Parece que o pessoal daqui gosta mesmo de carro. Será mesmo?

O formato Top Gear não agrada a todos. Muitos iniciados dirão, com razão, que ele se baseia mais em entretenimento do que no universo automobilístico. Mas uma coisa não podemos negar. Os três apresentadores da versão britânica têm opinião própria e testam realmente os carros. E o que isso quer dizer? Que falam o que pensam, sem se importar se irão agradar ao consumidor ou aos fabricantes. Já perceberam o problema não é? Com raras excessões, programas de carro no Brasil não passam de meras caracterizações do objeto de teste. E todos sabem o que acontece no Brasil com quem tem opinião ou humor um pouco ácido. 

Assim, não seria de se admirar que os apresentadores escolhidos para nossa versão seriam pessoas sem sal, já conhecidas e que não conhecem absolutamente nada sobre o universo do carro. Numa visão apocalíptica seria um ex-ator global, um ex-bbb e um novo rostinho bonito. Isso iria comprometer o formato. Transformariam em mais um programa de domingo à tarde. E o pior, o humor que caracteriza o programa original seria substituído por piadas sem graça e facilmente digeríveis pela massa brasileira.

Maldade minha? De maneira alguma. O brasileiro é um povo alegre? De fato. Entende de piada e bom humor? Nem um pouco. Para se fazer humor "a la Top Gear", ou humor de verdade, é preciso de elegância, ironia, saber detectar sutilezas e ter um certo conhecimento geral. O brasileiro médio só entende de humor na base do escracho e da vulgaridade. Muitos irão dizer que um programa assim deveria se adequar ao público. Me desculpe. E a identidade Top Gear, sua marca, onde fica? A Ferrari lançaria um carro no Brasil com tração dianteira e suspensão traseira com barra de torção para se adequar ao público? Acho que não. 

Bom voltemos a pergunta do primeiro parágrafo. Brasileiro gosta de carro? Gosta, sem dúvida. Entende de carro? Não, definitivamente não. Engolimos reestilizações como modelos novos, engolimos involuções mecânicas como simplificação de manutenção, engolimos versões "esportivas" e "off roads" do asfalto sem nos importamos com as implicações de um carro mais alto e mais pesado. Gostar de carro é mais que lavá-lo todo final de semana enquanto toma mos cerveja e incomodamos os vizinhos com o som alto de caixas que tomaram conta do porta-malas. Gostar de carro é entender de carro. É saber exigir respeito como consumidor e escolher o seu pelo que ele realmente entrega, não pelo status e pela "novidade".

Quem realmente gosta e entende, compra carro para si. Não para mostrar aos outros. Um Top Gear no Brasil iria refletir toda essa ignorância e apelo sensacionalista de outros programas. Por favor BBC não escolha o Brasil para sua próxima edição internacional do Top Gear!
Share on Google Plus

Autor: Rodrigo Costa

Do ponto A ao ponto B, pensando na vida, no volante e tudo mais.

18 comentários:

  1. velho, vc ja assistiu aquele auto esporte?

    huahuahuahuahuauhahua


    é mto ridiculo
    eles falam mta besteira... mta mesmo...

    ResponderExcluir
  2. Putz... é péssimo. Tem erros técnicos absurdos.

    No autoestusiastas falaram dele:

    http://autoentusiastas.blogspot.com/2010/03/ah-essa-falsa-cultura.html

    Abraço!

    ResponderExcluir
  3. Nós teriamos que fazer aqui um top jeg. Com o Didi, o Falção e ,pra dizer que não teria ninguém que entendesse da coisa, o Lula. Alguém pode imaginar?

    ResponderExcluir
  4. é... esse auto esporte é sempre a mesma coisa só fala bem dos carros e só fala de tal carro se a montadora pagar pra isso é tudo propaganda. eu até gostaria de ver top gear no brasil mas que fosse o original com legendas hehehehe até mesmo feito por brasileiros "talvez" seria legal mas pelo amor de deus não pela globo ai seria demais pra minha ignorância

    ResponderExcluir
  5. quemvocê acham que seriam bons apresentadores??? dificil ein hehe

    o mais dificil seria fazer o programa no memso formato!

    []s

    ResponderExcluir
  6. Desista da ideia de um Top Gear em qualquer outro lugar. Estava vendo o americano, e eles passam LOOOONGE de ser tão agradáveis quanto o original.

    ResponderExcluir
  7. Pois é... assisti a alguns trechos do austrliano e também achei lamentável...

    ResponderExcluir
  8. Assino embaixo... E acrescento.

    Enquanto nossa Televisão depender de propagandas para se manter teremos essa programação horrivel, se fosse como na Inglaterra que a Televisão depende de dinheiro publico e o povo soubesse o que é o "verdadeiro humor" teriamos excelentes programas assim como o TopGear alem de uma cultura acima de Reality Shows, sensacionalismos e Vulgaridades.

    ResponderExcluir
  9. Apresentadores para o top gear Brasil teriam de ser não-famosos porque a maioria (se não todos) não sabem nada de carro, só compram um por achar ele bonito.

    ResponderExcluir
  10. O Top Gear original só dá certo por um único motivo: ele é idealizado e transmitido por uma tv estatal, ou seja, a bbc, sim ela é estatal, adimirável a qualidade absurda de sua programação e idealizações. Então, os apresentadores podem falar o que realmente se deve falar sobre os carros testados, a verdade!!! pois ninguém alí vai estar preocupado com o dinheiro vindo das montadoras para manter o programa a base de publicidade. as edições internacionais são lixo, não falam nada sobre os carros, é apenas um circo e no Brasil não seria diferente.

    ResponderExcluir
  11. Ela é estatal, pertence ao POVO BRITÂNICO. Aqui, tv estatal sempre será comprometida com o partido que está no poder.

    ResponderExcluir
  12. Eu tenho a maior vontade de fazer um "Top Gear mais pobre", mas quem entraria nessa comigo?

    ResponderExcluir
  13. A internet seria um bom lugar para se fazer um "Top Gear", mas não rola de fazer um programa de 1 hora de duração. Teriam que ser sofridos e comprimidos 20 minutos no máximo, estourando a boca do balão.

    ResponderExcluir
  14. Nosso Deus!!!!!!! Essas são as maiores verdades que se pode dizer com respeito ao assunto, concordo em genero e grau.

    ResponderExcluir
  15. O top gear Ingles é de fato muito bom, a versão dos EUA nem chega perto em termos de exelencia , e enquanto a versão australiana acho poucos videos na net de tão famosa que é... imaginem a versão Brasil , que concerteza ficaria abaixo de todas essas, kkkkkkkkk

    ResponderExcluir
  16. Quando vi a manchete do seu site fiquei tremendamente irritado, lendo a matéria passei a te dar total razão e ver que tem pensamentos iguais aos meus.

    ResponderExcluir

Não concorda, nem discorda e muito pelo contrário? Comente aí!