Test Drive e Despedida: GM Astra





Para ler este post, sugiro trilha sonora:

https://www.youtube.com/watch?v=XMbvcp480Y4

Deixou a música rolando? Legal, vamos ao teste.

O Astra está nos deixando depois de quase 14 anos de mercado. Aí você irá me perguntar: "Por que a música triste? É um carro defasado! Tem motor de Monza! Não seria melhor uma música de comemoração, agora que este dinossauro está se despedindo do mercado?". Não é bem assim. Com o tempo, a medida que ficamos mais maduros, aprendemos que as coisas boas e belas estão na simplicidade. Pode perguntar a qualquer físico ou matemático sobre a beleza e elegância das simples equações, como E=mc2.

E o Astra soube envelhecer como um bom vinho, fechando sua última safra com o delicioso sabor do custoXbenefício. Não só para compra, mas também no baixo custo de manutenção. Falando em manutenção, saiba que se você comprar um Astra, poucos ou quase nenhum problema complicado você terá. Esta robustez também se sente no rodar, firme sem ser duro, filtrador de imperfeições sem ser mole. É um ótimo acerto, próximo do antigo Focus, mesmo sem o refinamento da suspensão multi-link na traseira. O Astra usa o tradicional eixo de torção, que você encontra também nos médios Corolla, 307, 408, Fluence, Megane, Golf, Bravo e em praticamente todos os hatches e sedans compactos (exceto o Jac J3 e J3 Turin). Mesmo as rodas de 16 polegadas e pneus 205/55 não comprometeram o conforto que sempre foi característico do modelo, que na maioria de suas versões usava 195/60 R15 (na minha opinião, já suficientes).


E como anda? Muito bem na verdade. Mais verdade ainda é que você irá deixar praticamente todos os modelos médios atuais para trás na saída de farol. O motor Família II com 1.998 cm3 de deslocamento produz 133 cavalos com gasolina e 140 cavalos com álcool. O destaque é para o excelente torque em baixas rotações: 18,9 kgfm com gasolina e 19,7 kgfm com álcool, ambos a baixas 2.600 rotações por minuto. Isso significa que você não precisa subir tanto de giro para ter um bom desempenho, o que, aliado a um câmbio manual ou automático de relações longas, transforma o Astra em um carro delicioso para longas viagens. Por exemplo, em 5ª a 120 km/h (reais) o motor gora a apenas 3.017 rpm. No automático, o giro nesta velocidade fica em 2.881 rpm na 4ª e última marcha. Antes do test drive, eu pensava que esta boa disposição em baixos giros iria apagar o desempenho em alta. Me enganei. O “monzatec” (como é chamada pelos críticos, inclusive já fui um critico ferrenho) surpreende e sobe de giro de rápido, mostrando boa disposição em alta. Mas não é só isso; todas estas características juntas fazem do Astra um carro econômico. SIM, isso mesmo (podem jogar pedras, eu arranco com o Astra e fujo!). Saber utilizar este atributos em um hatch médio mais leve que os atuais, e com relação pesoXpotência e pesoXtorque melhores, é garantia de ótimas médias de consumo. Só não ponha álcool, por favor...



Bom de curva, bom motor. E o interior? Reuniram tudo de melhor que o Astra já teve em sua vida e colocaram de série nesta versão única. São bancos aveludados, ar-condicionado digital, painel de instrumentos com fundo branco (mas com excelente iluminação – não sou muito fã de fundo branco), revestimento aveludado nas portas, cinto de três pontos para todos os passageiros (só faltou encosto de cabeça para o do meio), encosto de braço retrátil no meio do banco traseiro, trio elétrico, retrovisor eletrocrômico, painel emborrachado... ufa. Até aqui, tudo bem. Mas a parte superior das portas é feita de um plástico muito ruim... muito mesmo. Já vi Astras usados com esta porção inteira solta e fazendo muito barulho. Há alguns barulhinhos vindo de outras partes que não consegui identificar, mas nada grave. Para quem se importa com aparência, o painel vai parecer antigo, porque de fato é. É um projeto de 1998. O Focus antigo e o Golf nacional também são deste ano, mas não parecem tão defasados. Mas mesmo assim a ergonomia e o acesso aos comandos é excelente. A altura dos bancos também deixa a desejar; muito baixos, desperdiçam o ótimo espaço interno. Mas no geral, o interior ganha um honrosa nota 9. Neste álbum do UOL CARROS da para ver com detalhes: http://carros.uol.com.br/album/chevrolet_astra_2010_album.jhtm#fotoNav=12 .



Há uma lenda urbana (é lenda mesmo, eu conferi!) que diz que a NASA levou anos gastou milhões de dólares desenvolvendo uma caneta ultra complicada que escrevia em ambiente sem gravidade, era resistente à temperaturas extremas e fortes choques. A lenda ainda reza que a agencia espacial soviética usava lápis. Mesmo sendo uma lenda, ilustra bem como podemos ter o mesmo resultado utilizando princípios e dispositivos mais simples, por exemplo, cabeçote com apenas duas válvulas por cilindro e comando simples, câmbio automático de apenas 4 marchas, suspensão traseira por eixo de torção. O que vale é ser bem feito, bem acertado. Vide, por exemplo, o Fluence e o 408, que usam eixo de torção também e estão longe de serem carros medíocres. Muito pelo contrário.

Bem, um grande automóvel que está se despedindo com muita dignidade, mais um que está encerrando a “Era Opel” da GM brasileira. Logo sairão Corsa, Zafira e Meriva. Adeus Astra! E muito obrigado!
Share on Google Plus

Autor: Rodrigo Costa

Do ponto A ao ponto B, pensando na vida, no volante e tudo mais.

23 comentários:

  1. Caro, é o primeiro texto que leio nesse blog (cheguei aqui por meio do link no autoentusiastas) e concordo com cada vírgula dele. Tb já critiquei muito o Astra por seu motor de concepção mais antiga (afinal, é mesmo um motor melhorado de Monza) e seu interior que não acompanhou o tempo. No entanto, como é gostoso guiá-lo! Um motor que gira tranquilo, sem gerar barulhos que incomodem os ocupantes e, sabendo tocar, econômico. Que pena que só agora percebi isso... Quero pegar uma promoção de despedida e mante-lo por um bom tempo.

    ResponderExcluir
  2. Opa! Muito obrigado pelo comentário!

    Também demorei a perceber todas estas qualidades! Estou louco para pegar um. Muitas concessionárias ainda têm algumas unidades 0km. Sem falar no mercado de seminovos que está muito bem servido com unidades pouco rodadas.

    Um abraço!

    ResponderExcluir
  3. Caros

    Estou surpreso ao ver elogios a este excelente carro tão criticado. Tive um astra 2007, ótima dirigibilidade, estável, economico (sim, economico), manutençao barata e com um ótimo custo x benefício em relaçao a concorrencia. Na hora de trocar de carro após milhares de km, com o bom astra deixando o mercado, me deixei levar pelos comentários dos "especialistas" e quebrei a cara - comprei um ford focus 1.6. Carro pesado para um motor fraco e com consumo maior que o "monzatec" tão criticado e chamado de beberrão. Barulhos no interior não resolvidos pela especializada. A famosa suspensão é boa, mas só isso. Saudades do bom e velho astra.

    ResponderExcluir
  4. Coincidentemente, possuo um Focus (modelo antigo), mas 2.0 16v (Duratec). E posso te dizer que a relação desempenhoXconsumo é bem melhor que do 1.6. Minha última medição rodoviária foi de 14,24 km/l (5 pessoas dentro, ar desligado, medido na bomba).

    Não sei se o seu é do modelo novo, mas realmente tenho escutado muitas críticas em relação ao consumo e ao desempenho (bem mais que escutava do antigo com o motor 1.6 Zetec).

    Em relação aos barulhos, você tem toda razão. Os materiais presentes no Focus são de boa qualidaed, mas a impressão que eu tenho é que são mal encaixados. O meu possui alguns grilos em pontos específicos de painéis e colunas que tive que acostumar... hehehe.

    Gosto muito do Focus. Mas se fosse para escolher hoje, pela relação CUSTO DE MANUTENÇÃO X Benefício, sem dúvida ficaria com o grande automóvel que o Astra.

    ResponderExcluir
  5. Muito bacana esse texto! Tenho um Astra 09/10, com 40mil Km. Foi o 1º carro 0Km que comprei. Era apaixonado por ele mas com o tempo fui cedendo às críticas dos "especialistas" e a paixão foi diminuindo. Paquerei algum tempo o Focus, o Bravo e por ultimo o Civic. Mas, dirigindo-os, voltei a dar o devido valor ao Astra!. Todos eles são extremamente "mancos" se comparados ao "motor de monza". Além do mais, faço costumeiramente 8,5Km/l rodando na cidade com o ar ligado.
    Na época que eu o comprei, paguei 43.900. Lendo hj a notícia do lançamento do Cobalt 1.8, fiquei abismado ao ver que custa o mesmo valor, mas vem com rodas aro 15.... de FERRO!!!!! afffeee

    Pra resumir, hj voltei a cuidar do Astrinha como no começo, como se fosse um membro da familia rs. Mandei fazer um espelhamento no bixin e ele fico um pitel rs.

    Abraço!

    João

    ResponderExcluir
  6. João, é aquela coisa, o Astra pode não ter certas coisas que carros mais "modernos" têm, mas é um carro excelente. Li tb sobre o Cobalt 1.8 e minha opinião é a mesma sua...rs! Pode até ser um carro legal, mas não é um hatch médio desenvolvido na alemanha (como o astra). É um sedan de tamanho médio feito pra custar barato. Nunca será um substituto à altura.

    Abs!

    ResponderExcluir
  7. Ótimos comentarios...eu tenho um elegance automático e tudo relatado é verídico....sou fã do astra!

    ResponderExcluir
  8. Sei que ja´tem tempos que foram postados comentários aqui, mas tive que vim falar. Tenho um astra milenium 1.8. Acho ele excepcional. Tem um conforto fora do comum.
    Por isso estou namorando um carro mais novo. Principalmente pela potencia, já que o meu é 1.8 110cv. Quero muito pegar um astra novo e queria o automático. Vim parar nesse site, pesquisando sobre ele. O que você escreveu me deu uma animada. Meu medo é consumo e manutenção. Mas pelo que foi escrito, acho que vale a pena. Espero que um dia eu consiga um bacana.

    ResponderExcluir
  9. Show de bola a reportagem!
    Sou fã do Astra e estou me preparando para pegar um até Agosto. Já dirigi e gostei demais. Prefiro pagar 29 num CARRÃO como o Astra do que 29 num carrinho popular e sem motor e outros itens que já vem no Astra.

    ResponderExcluir
  10. Olá críticos automotivos!
    Em primeiro lugar não sou nenhum especialista em mecânica mas proprietário de um Astra Advantage 2010 automático.
    O que me induziu a achegar até aqui foi a curiosidade despertada em mim após dirigi-lo de uns 3 meses pra cá. Em primeiro lugar achei o "veterano de gravata dourada" (li isso em algum lugar) muito esperto e ignorante nas arrancadas e retomadas, na estrada surpreende muito com o seu desempenho,salvo o barulhinho intermitente proveniente de um banco traseiro bipartido, conforto nota 10, uma verdadeira máquina !!!

    Iludido por alguns boatos, assim que o comprei fui correndo a um mecânico para limpar os bicos, trocar cabos e velas da ignição, porém o bendito hoje faz 6,8 Km/l no etanol e 8,5 Km/l na gasolina... Meu caro Rodrigo, o que você acha desse consumo? Fui enganado pelo mecânico que fez a revisão ou o câmbio automático de 4 marchas do veterano sempre me proporcionará esse consumo? Lembrando que essa média foi feita dirigindo normalmente e ligando o ar esporadicamente.
    Um grande abraço e parabéns pelo Blog !!!
    Elenilson

    ResponderExcluir
  11. Olá críticos automotivos!
    Em primeiro lugar não sou nenhum especialista em mecânica mas proprietário de Um Astra Advantage 2010 automático.
    O que me induziu a achegar até aqui foi a curiosidade despertada em mim após dirigi-lo de uns 3 meses pra cá. Em primeiro lugar achei o "veterano de gravata dourada" (li isso em algum lugar) muito esperto e ignorante nas arrancadas e retomadas, na estrada surpreende muito com o seu desempenho,salvo o barulhinho intermitente proveniente de um banco traseiro bipartido, conforto nota 10, uma verdadeira máquina !!!

    Iludido por alguns boatos, assim que o comprei fui correndo a um mecânico para limpar os bicos, trocar cabos e velas da ignição, porém, hoje faz 6,8 Km/l no etanol e 8,5 Km/l na gasolina... Meu caro Rodrigo, o que você acha desse consumo? Fui enganado pelo mecânico que fez a revisão ou o câmbio automático de 4 marchas do veterano sempre me proporcionará esse consumo? Lembrando que essa média foi feita dirigindo normalmente e ligando o ar esporadicamente.
    Um grande abraço e parabéns pelo Blog !!!
    Elenilson

    ResponderExcluir
  12. oi pessoal tenho um astra sedam cd automático velhinho 2002 que paguei 16 mil,deixei de comprar carro mais novo classic,palio,corsa e outros pra comprar esse astra,até me criticaram,mais quando andaram com ele sentiram a diferença,e olha que já tem 11 anos mais ta em ótmo estado,e é tudo isso que vcs falaram ai.valeu

    ResponderExcluir
  13. Excelente texto, estou dividido entre Polo GT ou Astra Hath Advantage. Tudo me leva a escolha do GM. Obg

    ResponderExcluir
  14. Já tive dois Astras e poderei ter o terceiro modelo. Gosto demais do carro e não dou a mínima se o modelo saiu de linha. Cuido muito do carro e Adoro a simplicidade de sua mecânica, rodar macio e o acho bonito com belas e com uma aerodinâmica sensacional.

    Abraços a todos
    Vagner

    ResponderExcluir
  15. Ola, tenho um astra 2008, adoro ele. Só ultimamente estou sofrendo com muitos barulhos internos de algo que vibra e parece solto. Alguem pode me ajudar e resolver esse problema. Se resolver vou rodar com ele até sobrar só o chassis!
    Obrigado

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O barulhinho no astra 2008, achando que era na tampa, ou porta mala.
      Mas graças a minha filha no banco traseiro,
      Achou segurando o suporte da luz no parabrisas interno do vidro traseiro.

      Excluir
  16. Olá.

    Tenho o famoso jurássico, é como dizem, mas gosto dele e como sigo a minha opinião não o vendo. O Astra como dito tem a mecânica simples e barata. Uma vez me perguntaram - Vagner por que não compra um carro melhor? Eu disse melhor em que? O que importa para mim não é mylink, televisão no carro, smartphone conectividade ..enfim. O Astra tem tudo de que uma pessoa precisa para ir e vir tranquila e confortavelmente. Ar condicionado bacana, bancos de couro bacana, Air Bag, retrovisores com lentes azuis, Direção hidráulica..enfim. cuidando dele com carinho ele será um grande amigo metálico e sempre à sua disposição. Em uma viagem que fiz contei quebrados 7 Fiats Palios. O Palio é mais moderno e deu nisso.

    ResponderExcluir
  17. Cara parabéns pela análise..
    Descreveu muito bem...
    Ah..Um ano peguei "X" valor pra comprar um carro. Esse dinheiro dava pra comprar um carro O km..
    Mais a paixão pelo astra MSM com anos fora de linha, falaram mais auto..
    Achei o Astra SS 2006.. Apaixonante, completo d+ dá show em muitos carros modernos..Só não entendo pq esse modelo "SS" teve poucas unidades.
    E mais... Que Saudade do astra..#Volta

    ResponderExcluir
  18. Cara parabéns pela análise..
    Descreveu muito bem...
    Ah..Um ano peguei "X" valor pra comprar um carro. Esse dinheiro dava pra comprar um carro O km..
    Mais a paixão pelo astra MSM com anos fora de linha, falaram mais auto..
    Achei o Astra SS 2006.. Apaixonante, completo d+ dá show em muitos carros modernos..Só não entendo pq esse modelo "SS" teve poucas unidades.
    E mais... Que Saudade do astra..#Volta

    ResponderExcluir
  19. tenho um astra 2010, e falo com propriedade, é um excelente carro, espaçoso, confortável, potente, econômico, e o melhor e que muitos veem como defeito eu vejo como virtude, e uma ótima virtude que é a mecânica simples, objetiva e robusta, funciona como mecânicas complexas, chega-se ao mesmo objetivo sem dor de cabeça.
    como dizem: é a excelência da simplicidade

    ResponderExcluir
  20. Olá a todos,

    Quais são as suas necessidades financeiras?
    Damos empréstimos de um mínimo de US $ 1.000,00 para um máximo de US $ 10.000.000,00 com duração confortável que varia de 1 a 30 anos a uma taxa de juros muito reduzida de 3%.

    Você precisa de um empréstimo de negócio?
    Você precisa de um empréstimo pessoal?
    Você quer comprar um carro?
    Deseja refinanciar?
    Você precisa de um empréstimo hipotecário?

    Você precisa de um capital enorme para começar sua proposta de negócio ou expansão? Você perdeu a esperança e você acha que não há saída, e seus encargos financeiros ainda persiste?
    Por favor, não hesite em contactar-nos para uma possível cooperação comercial

    Entre em contato conosco via e-mail: ramzan_help@hotmail.com

    Sr. Ramzan

    ResponderExcluir
  21. Tenho um astra hatch advantage flex .
    2007...sempre quis ter um astra.mas tinha medo do consumo...hoje vi que o consumo é otimo. 14.3 na estrada.
    Com ar ligado..e andando acima de 120..excelente carro dificil da mecanica .se ter os cuidados necessarios..coloca muitos carros novos no chinelo..to esperando a oportunidade pra pegar o astra 2011.

    ResponderExcluir
  22. Bom dia, gostaria de saber a opnião de vcs, to pensando em pegar um astra ou um vectra gt, qual seria a melhor escolha, pois to em duvida, sei q td q foi falado aqui é verdade, pois meu mano tem um astra e sei q ele é muito bom de custo e beneficio e q roda muito bem na estrada...
    Queria saber de vcs se o vectra gt é a mesma coisa, ou o astra ainda ganha dele?

    ResponderExcluir

Não concorda, nem discorda e muito pelo contrário? Comente aí!